Circuito Liberdade oferece extensa programação no mês de março

Diversas atrações podem ser conferidas pelo público nos espaços culturais.

O Circuito Liberdade, em Belo Horizonte, reúne no mês de março diversas atrações para todos os públicos. As atividades fazem parte de uma extensa e variada programação oferecida pelos espaços culturais. Dentre os eventos, os visitantes do Circuito Liberdade poderão escolher teatro, show, exposições, dança, oficinas e muito mais. A programação completa está no site circuitoliberdade.mg.gov.br.

FOTOGRAFIA

Com entradas gratuitas, o Museu Mineiro apresenta duas atividades ligadas à fotografia. De 7 de março a 3 de maio, o espaço recebe a exposição Deslimites da Memória - Cyro Almeida e Mestre Júlio Santos. A visitação acontece de terça a sexta-feira, das 10h às 19h, e sábado, domingo e feriado, das 12h às 19h. Em 2011, o fotógrafo mineiro Cyro Almeida conheceu o mestre Júlio Santos, residente em Fortaleza (Ceará) e um dos últimos expoentes vivos da fotopintura, técnica muito difundida no interior do país ao longo do século 20, em que o artista dava cor e retoques a retratos feitos originariamente em preto e branco. Desse encontro, que se transformou em amizade e parceria, resultou a ideia de reunirem suas linguagens para criarem obras em que o contemporâneo e a tradição se mesclam.

O Museu também promove a ação de Produção de Retratos Artesanais, com o fotógrafo Alexandre Lopes, que acontece dia 28 de março, sábado, das 14h às 18h. A atividade propõe uma imersão nos processos e no equipamento fotográfico clássico de captação de imagens: a câmera de grande formato com os seus recursos analógicos e as possibilidades criativas no uso para a produção dos retratos. A imagem obtida nesse aparato ótico será capturada por um dispositivo móvel, impressa no local em papel reciclado e eventualmente colorida à mão, gerando retratos criativos e exclusivos. Os fotografados serão presenteados com os retratos impressos, sem nenhum custo. São oferecidas 20 vagas, e as inscrições para participar do evento devem ser realizadas pelo link: http://bit.ly/Museumineiro

Até 31 de março, a Galeria de Arte do BDMG Cultural apresenta a exposição Avenida Amazonas, uma série de fotografias inéditas do fotógrafo, cinegrafista, diagramador e artista visual Felipe Chimicatti. A exposição faz parte do conjunto selecionado para o Ciclo de Mostras BDMG Cultural 19/20. Inaugurada em 1941, com cobertura histórica do fotógrafo Wilson Baptista (1913-2014), a Avenida radial Amazonas foi projetada como ligação entre a zona planejada de Belo Horizonte e a Cidade Industrial, em Contagem. Na exposição, Felipe Chimicatti apresentará entre 40 imagens produzidas em suporte analógico nos formatos pequeno (135) e médio (120). A visitação está aberta ao público diariamente, inclusive sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h; às quintas-feiras, da 10h às 21h. O acesso e a classificação são livres.

OFICINAS, EXPOSIÇÕES E TEATRO

Também com entrada franca, o Centro de Arte Popular realizará no dia 7 de março, sábado, das 14h às 17h, a oficina de pintura intuitiva. A professora Helena Borges fará uma introdução ao mundo das cores, formas e das sensibilidades, com foco na valorização e estimulo à intuição e criatividade dos participantes. Serão disponibilizadas 15 vagas. Nos dias 15 e 22 de março, das 14h às 17h, o CAP promoverá o Domingos de Cinema Crítico. O objetivo da atividade, que é gratuita, é estabelecer discussões sobre saberes populares, cultura e a sociedade na contemporaneidade a partir da fonte audiovisual, proposta oferecida pelo professor Marcos Napolitano, no livro Fontes Históricas. Serão disponibilizadas 20 vagas. As inscrições para os dois eventos devem ser feitas pelo telefone (31) 3222 –3231.

Nosso Universo funciona em escalas muito maiores do que as da Terra, para além do que a mente humana pode imaginar. Para tornar esse entendimento mais fácil, o Espaço do Conhecimento UFMG promoverá no sábado, 07 de março, às 14h, a oficina Teatro dos Planetas, que convida os visitantes a reproduzirem os movimentos e as posições dos corpos celestes que integram o Sistema Solar de uma forma única e divertida. Classificação a partir de 06 anos. A exposição temporária Da Janela Lateral também pode ser conferida no museu, de terça a sexta-feira, das 10h às 17h, sábado, das 10 às 21h e domingo, das 10h às 17h. Baseada na música de Lô Borges e Fernando Brant, Paisagem na Janela, a mostra encheu a escada do Espaço do Conhecimento UFMG de janelas culturais. Nos cinco andares, o visitante poderá apreciar as influências artísticas do Clube da Esquina, movimento mineiro que revolucionou a musicalidade brasileira na década de 1970. A entrada é gratuita e a classificação livre.

Vaivem chegará ao CCBB Belo Horizonte de 11 de março a 18 de maio, e ficará aberto ao público de quarta a segunda-feira, das 10h às 22h, no 3º andar e pátio do museu. A exposição investiga as relações entre as redes de dormir e a construção da identidade nacional no Brasil. Com curadoria de Raphael Fonseca, a mostra reúne cerca de 340 obras de coleções públicas e privadas, algumas especialmente criadas para o projeto. Classificação livre e os ingressos gratuitos. Entre os dias 27 de março e 20 de abril, o CCBB receberá no teatro I, A Valsa de Lili, de sexta a segunda-feira, às 20h. Eliana Zagui e Lili são mulheres comuns e têm questões iguais às de qualquer outro ser humano: a necessidade de amar e ser amada, a relação com a Morte, o que fazer com a própria vida, como conseguir o próprio sustento com seu trabalho etc. A única coisa que as distingue das demais pessoas é que ambas só mexem os músculos do pescoço e da cabeça, apesar de terem total sensibilidade em todo o corpo. A classificação é 12 anos e os ingressos custam R$ 30,00 e R$ 15,00.

PARA A CRIANÇADA

A Peça-Jogo-Festa chega ao Memorial Minas Gerais Vale no dia 7 de março em duas apresentações, às 10h30 e 15h30. A atividade propõe uma missão: encontrar uma criança perdida num jogo de tabuleiro em tamanho natural, onde os participantes são protagonistas. Para avançarem, as crianças jogadoras devem disputar as tarefas das casas e cumprir os desafios dos Guardiões em busca de pistas sobre ela. No dia 22 de março, às 10h30, tem a apresentação ParaChicos - Mariana Arruda Buarqueando para Crianças. É uma viagem pelo cancioneiro de Chico Buarque, com um olhar lúdico e teatrante da atriz e cantora Mariana Arruda, do Grupo Maria Cutia de Teatro. Em cena, canções como "João e Maria", “Pedro Pedreiro”, "Valsa dos Clowns" e clássicos das trilhas de "Os Saltimbancos" e "Os Saltimbancos Trapalhões". Os dois eventos integram o projeto Eu, Criança, no Museu! do Memorial Minas Gerais Vale. Entrada gratuita sujeita a lotação. Retirada de senha individual meia hora antes do evento


RODAS DE CONVERSA E PALESTRAS

Celebrando o Dia Internacional da Mulher, o MM Gerdau – Museu das Minas e do Metal recebe no dia 12 de março, às 19h30, o Coletivo Cientistas Feministas para o debate “Mulheres na Ciência”. Uma conversa sobre a participação feminina na ciência e os obstáculos que as mulheres enfrentaram e ainda enfrentam para que suas contribuições ao avanço científico sejam reconhecidas. O debate será mediado por Beatriz de Barros Souza e Fernanda Maria Policarpo Tonelli, com a presença das convidadas Isabela de Andrade Pena Miranda Corby, Alessandra Ribeiro e Mariah Brochado Ferreira. Os ingressos devem ser retirados em http://bit.ly/RodadeConversaMulheres.

O Café do Centro Cultural do Minas Tênis Clube recebe a primeira sessão da quinta temporada do programa literário do Minas Tênis Clube, "Letra em cena. Como ler...", que irá analisar as letras de Fernando Pessoa, escritor português, e seus heterônimos, sob o olhar da professora doutora de literatura da UFMG Maria Esther Maciel. Entrada franca (sujeito à lotação do espaço). O evento acontece dia 10 de março, terça-feira, às 19h. Inscrições gratuitas no site da Sympla. Classificação livre. No dia 13 de março, sexta-feira, às 20h30, acontece no Teatro do CCMTC o show “Nelson Gonçalves, o eterno boêmio”, com Acir Antão e o Clube do Choro de Belo Horizonte. Ingressos R$ 30 (inteira). Classificação livre.

Na Academia Mineira de Letras, duas palestras. No dia 23 de março, segunda-feira, às 19h30, “Clarice Lispector: Literatura e Cinema” com Nádia Gotlib. E no dia 25 de março, quarta-feira, às 20h, palestra-debate “Lacan na Academia: O sonho e o surrealismo” com Lúcia Grossi e Márcia Arbex. Entradas Gratuitas.

Essas e outras atrações oferecidas pelos espaços culturais que integram o Circuito Liberdade podem ser acessadas em http://bit.ly/Programaçãocircuito

0
0
0
s2smodern
powered by social2s