Espaços do Circuito Liberdade oferecem programações virtuais em junho

Atividades são gratuitas e podem ser acessadas nas redes sociais e mídias digitais de cada equipamento cultural.


Programação cultural em tempos de pandemia e isolamento social é o que não falta nas mídias digitais e redes sociais dos equipamentos que integram o Circuito Liberdade no mês de junho. O público poderá acompanhar as atrações virtuais pelos perfis do Instagram, Facebook e também pelos canais no YouTube de cada espaço cultural. Têm atividades para todos os gostos e idades, e podem ser acessadas gratuitamente de casa.


A Casa Fiat de Cultura prepara uma ação especial para celebrar o amor e o Dia dos Namorados. Entre os dias 8 e 12 de junho, o espaço vai exibir a série “Amor em Tempos Modernos”, que apresentará uma história em quadrinhos por dia, retratando temas cotidianos das relações e seus afetos, com diferentes técnicas de desenho e ilustração. O público poderá acompanhar as ações no Instagram e no Facebook. As tirinhas são de autoria das quadrinistas Carol Rossetti, Laura Athayde, Aline Lemos, Lu Cafaggi e Rebeca Prado, que integraram a exposição “Inarredáveis! Mulheres Quadrinistas”, realizada pela Casa Fiat de Cultura, em parceria com o Festival Internacional de Quadrinhos – FIQ, em 2018.

No dia 26 de junho, das 9h às 10h, o equipamento realizará uma videoconferência com o tema Smart Cities. No primeiro encontro, o professor Giacomo Pirazzoli, da Universidade de Florença (IT), mostrará os desdobramentos do projeto GreenUP, uma estratégia de design holístico para agricultura. Já no dia 27 de junho, das 11h às 12h30, a ação “Encontros com o Patrimônio - Festas Juninas: histórias, origens e tradições”, irá abordar como essa manifestação cultural foi se configurando nas diferentes regiões do Brasil.


Desde o início de junho, o público acompanha, no site www.ccbbeducativo.com e nas redes sociais dos CCBBs, uma programação inédita com atividades gratuitas, que poderão ser experimentadas de dentro de casa e compartilhadas com toda a família. Entre as novidades está o "Historietas”, ação que promove a contação de histórias e possibilita a criação colaborativa de enredos com jogos e desenhos, por meio de leitura de livros, animações e narrativas criativas. Ainda na programação infantil, o “Lugar de Criação” propõe, semanalmente, atividades que visam engajar crianças e suas famílias em processos e experiências de pesquisa e criação, a partir de materiais disponíveis em casa e do estímulo ao diálogo com procedimentos artísticos. Para os educadores e artistas, o #CCBBeducativoEmCasa apresenta um recorte especial do curso “Transversalidades”, que tem entre seus temas as práticas artísticas e sociais, a memória, a produção de subjetividades, de territórios e de patrimônios. A atividade resgata a ação “Arte indígena contemporânea”, realizada no CCBB Rio de Janeiro, em 2018, sob a batuta do artista Denilson Baniwa - pertencente ao povo indígena Baniwa da região noroeste da Amazônia.

Também reapresenta “Questão de Gosto”, realizada ano passado por Carolina Figueira, historiadora da alimentação, que reflete sobre como os elementos culturais se constroem a partir de repertórios do ponto de vista alimentar. Os cursos contam com intérprete de Libras. A partir de vídeos do #TBT Em Casa, será possível revisitar exposições que deixaram saudades no “Com a Palavra”. Nessas quintas-feiras de boas lembranças, o público terá a oportunidade de explorar a exposição 100 anos de Athos Bulcão, em BH, bem como poderá (re)visitar a exposição Paul Klee - Equilíbrio Instável, realizada ano passado em São Paulo, que recebeu a historiadora e curadora Fernanda Pitta para uma conversa sobre a mostra. Para deixar a programação digital ainda mais especial, o #CCBBeducativoEmCasa vai oferecer “Visitas Mediadas” pela exposição virtual “Vaivém”.

Além de todos os conteúdos listados, o #CCBBeducativoEmCasa promoverá uma série de webinários e disponibilizará artigos sobre arte-educação, elaborados por convidados e especialistas da área. As agendas de atividades serão divulgadas semanalmente e terão transmissão pelo Instagram, Facebook, Youtube de cada unidade do CCBB. Para deixar a programação digital ainda mais especial, o #CCBBeducativoEmCasa vai oferecer “Visitas Mediadas” por quatro exposições em cartaz.


O segundo ciclo de atividades do programa educativo do BDMG Cultural, entre maio e junho de 2020, tem como tema Vizinhanças e Linguagem. A ação busca abordar as maneiras como diferentes tipos de linguagem podem criar relações entre pessoas, grupos, modos de vida e formas de conhecimento. No formato virtual, devido ao isolamento social resultante da pandemia do Covid-19, o museu experimenta formas e estimula diálogos sobre como podemos nos aproximar, mesmo estando fisicamente longe.

Entre os dias 8 a 12 de junho, o equipamento irá publicar através das suas redes sociais e sites 3 podcasts, com os seguintes convidados: a professora e editora da @revistapiseagrama Renata Marquez, que irá conversar com o artista visual Jonathas de Andrade, com a cineasta e educadora indígena Sueli Maxakali e com o jornalista e repórter da @revistapiaui Bernardo Esteves. Além disso, o Educativo BDMG apresenta a oficina “Nenhuma casa é uma ilha” de Flávia Péret.


Dando sequência à exposição digital, que acontece nas redes sociais desde março, o MMGerdau - Museu das Minas e do Metal apresenta em junho, Mulheres Sensacionais, que abordam a temática ambiental. O grupo “Black Mambas”, Ana Maria Primavesi e Wangari Maathai são mulheres com atuações de destaques pelo Meio Ambiente que o público vai conhecer em junho.

Na roda de debates sobre sustentabilidade, o MM Gerdau convida o grupo “O Mundo que Queremos” e o Instituto “Lixo Zero” para o bate-papo virtual “Economia Circular: Reinvenção do Consumo para um mundo sustentável”. A conversa acontecerá no dia 11/06, às 18 horas, no canal do MM Gerdau no YouTube, e terá como convidados Leandro Guerra, Márcia Magalhães, Edilea Souza e Márcia Sousa com mediação de Alexandre Milagres, coordenador de Programação do Museu.

Em parceria com o FAD – Festival de Arte Digital, o MM Gerdau realiza o Webinário “Arte, Ciência e Tecnologia”, abordando os desafios e a relevância da produção artística e científica em um mundo em transformação, como estamos atentos e desatentos aos papéis da arte, das tecnologias e da informação, que há tempos, anteveem cenários como os atuais. Para esta conversa, teremos a presença dos convidados Bárbara Castro (Brasil), Solimán Lopez (Espanha), Delma Rodriguez (Uruguai) e Nélio Silva (Brasil). O encontro terá a mediação dos curadores do edital CoMciência Tadeus Mucelli e Alexandre Milagres e acontecerá no dia 18/06, às 17 horas, horário de Brasília, pelo canal do Youtube do MM Gerdau e pelo Facebook do FAD.

Em alusão ao aniversário de Independência de Moçambique, o Instituto Cultural Casarão das Artes realizará, em parceria com o MM Gerdau, por meio de uma live no canal do YouTube do Museu, no dia 25 de junho, às 16h, horário do Brasil e 21h, horário de Moçambique, mais uma homenagem ao país. Nesta ocasião, o Instituto lançará a 14ª edição da Revista Canjerê, que é publicada pela instituição desde 2015. Os relatos sobre Moçambique serão feitos pelo moçambicano Cláudio João Manjate, educador social e auxiliar administrativo, que mora em Belo Horizonte desde 2018, Alex Dau, escritor moçambicano e videomaker, Madu Costa, escritora, pedagoga, arte-educadora e contadora de histórias e pela pesquisadora, Dra. Rosália Diogo. A curadoria das músicas moçambicanas fica sob a curadoria do professor, pesquisador e DJ Leo Oliveira.

O Espaço do Memorial Minas Gerais Vale, nesta quarta-feira (10/06), às 11h, traz Isabella Brandão, professora e mestre sobre a prática do bordado em Belo Horizonte no século XX, dá continuidade à série “Bordado pelo mundo”. Ela ensina as características do Bordado Tenango feito por comunidades indígenas mexicanas. Na quinta-feira (11/06), às 11h, será postada mais uma atividade do “Educativo em Ação”, uma série de posts que revelam um pouco das estratégias de mediação dos educadores do Memorial Vale. Uma ação que busca ampliar e qualificar o acesso e a vivência museal. Na sexta-feira (12/06), às 14h, será postada a 11a. foto legenda da exposição “Tempo e Patrimônio”, desenvolvida pelo Educativo do Memorial Vale, a exposição conta a história da edificação desde sua construção até os dias de hoje.

E na sexta, às 19h30, para comemorar o Dia dos Namorados, será exibido o vídeo inédito do pocket show dos músicos Samy Érick e Carolina Serdeira. No repertório estão as músicas Tarde de Inverno (Marcelo Corrêa e Dudu Costa), Juras (Rosa Passos e Fernando de Oliveira), Por Causa de Você (Tom Jobim e Dolores Duran), Romaria (Renato Teixeira) e a instrumental, Devaneio, de autoria de Samy Erick, artista que se destaca na cena mineira por sua criatividade e sofisticação musical. A cantora Carolina Serdeira acaba de lançar seu terceiro disco, Menina dos Olhos, em parceria com o saxofonista Breno Mendonça. Um álbum que mistura composições próprias, canções de compositores da nova geração e marca o encontro da artista com grandes nomes da música brasileira. Com seu canto suave e delicado, é considerada uma das mais belas vozes de sua geração.

No domingo (14/06), às 10h, será exibido o segundo vídeo do espetáculo “Cantos e Contos das Á-guas”, com a Cia Pé-de-Moleque. A montagem foi adaptada para o formato digital, em três vídeos que estão sendo exibidos pelo Memorial Vale aos domingos, dias 7, 14 e 21 de junho. A peça teatral traz os quatro elementos da natureza, sendo a água um dos símbolos mais representativos. O universo das águas é cantado e contado através de lendas, contos, poemas e outros repertórios narrativos, que são permeados por canções tradicionais populares e jogos musicais. A Cia Pé de Moleque é formada pelos atores Isaac Luis e Juliana Daher. Realiza apresentações e oficinas em eventos direcionados ao público infantil, bem como formação de educadores e público em geral que lida com a infância. Já realizou apresentações em diferentes teatros e espaços culturais da cidade de Belo Horizonte e interior de Minas Gerais, Goiás, São Paulo, além de outros países.

Este mês, o Espaço do Conhecimento UFMG abrange um pouco mais sobre as características da história da astronomia, da física e da cosmologia. Pelo site do museu, o público pode acessar mais informações sobre as histórias da Cosmologia Grega e como eles explicavam a origem do Universo, as incríveis descobertas de Newton durante a Grande Praga do século XVII e a narrativa “Afinal, Plutão é ou não é um planeta?”. O equipamento também conta com o novo espaço criado no site, o Espaço Aberto para Educadores. O objetivo é ampliar o diálogo do Núcleo de Ações Educativas e Acessibilidade do museu com os professores e educadores que pretendem levar as suas turmas de alunos ao Espaço, seja em uma primeira visita ou em novos encontros. Para isso, foi criada uma coluna especial do projeto no Blog do Espaço!, com textos especialmente voltados para esse público, publicados na última semana de cada mês. Os textos trarão discussões sobre o processo de mediação, o planejamento de visitas e diversos outros assuntos pertinentes à área de educação, cultura e museologia.


A Academia Mineira de Letras apresenta este mês duas palestras on-line no seu canal no Youtube. A palestra virtual “Retórica e Literatura: como a retórica contribui para escrever melhor”, do professor Ivan Capdeville Jr., que irá mostrar ao público formas de aperfeiçoar sua escrita. O conteúdo será viabilizado pela Academia Mineira de Letras e estará disponível no Youtube a partir do dia 11 de junho, às 11h. Já no dia 18 de junho, às 19h, a partir dos relatos dos escritores Pedro Nava, Mário de Andrade e Carlos Drummond de Andrade, o professor e escritor, membro da Academia Mineira de Letras, Wander Melo Miranda, traça um panorama na palestra “BH 1920: Mário, Drummond, Nava”.

Além das palestras on-line inéditas a serem lançadas como parte da programação 2020, a Academia Mineira de Letras disponibiliza mais de 200 palestras já realizadas para que o público possa ver e rever. Durante o isolamento social, as redes sociais da instituição também estão repletas de poesias, crônicas e dicas de leitura.

Nas redes do Museu Mineiro, em Belo Horizonte, estão programadas, por exemplo, postagens sobre o ostensório, do acervo da instituição, em comemoração ao dia de Corpus Christi (11/6); sobre as esculturas de São João Batista, do acervo da instituição, em comemoração ao dia de São João (24/6); e sobre a tela “São Pedro, Apóstolo” de autoria de Manoel da Costa Ataíde, do acervo da instituição, em comemoração ao dia de São Pedro (29/6). Além disso, haverá conteúdos da exposição temporária “Deslimites da Memória” de Cyro de Almeida e Mestre Júlio Santos. A exposição estava aberta à visitação e foi interrompida em função da paralisação das atividades em virtude do coronavírus. Também será publicada a ação “Música Mineira para Alegrar o Seu Dia”, do Circuito Liberdade, no Instagram, e haverá posts sobre o processo de restauração das obras do acervo da instituição (15/6) e sobre a sala Mestre Ataíde (22/6).

O feriado de Corpus Christi, o dia de São João Batista, e o dia de São Pedro e São Paulo também serão lembrados em conteúdos nas redes sociais do Centro de Arte Popular ao longo do mês. Além disso, o público terá acesso aos conteúdos sobre exposições temporárias realizadas no Centro de Arte Popular (16/6) e sobre o acervo em exposição da instituição (19/6).

A programação virtual completa está no site www.circuitoliberdade.mg.gov.br

0
0
0
s2smodern
powered by social2s